Tuesday, 31 December 2013

Happy New Year Everyone!


2013 foi um ano de muitas emoções, como qualquer outro ano. Cheio de alegrias e tristezas, decisões e mudanças, aventura e motivação. Enfim. Não me posso queixar, a saúde esteve quase sempre do meu lado e os sorrisos foram mais que muitos para o que a minha pessoa merece. Aprendi bastante sem dúvida, e ainda tenho muito que aprender. Sei que à semelhança de 2013, 2014 vai ser um ano de grandes desafios e de grandes planos que tenciono concretizar. Só desejo no fundo muita felicidade e muita saúde, quer para mim, quer para as pessoas que amo, quer para os que estão aí desse lado. Obrigada por me acompanharem desde sempre! Um Bom Ano 2014 repleto de amor e felicidade! HAPPY NEW YEAR!

Thursday, 26 December 2013

It hurts a lot...

Dói muito quando descobrimos que aquela melhor amiga de longa data... aquela que é considerada uma irmã. Já teve relações sexuais com o menino, em prole de salvar uma relação de amizade, dizem os entendidos na matéria. Bem sei que é passado, bem sei que devo aceitar o passado e ignorar... mas dói tanto quando até ao momento fui feita ignorante. Dói tanto ver a cara de ambos... frente um do outro e saber que já estiveram mais envolvidos do que um certo beijo ou um certo abraço. Para já? Ainda é cedo... não me encaixa, e dói muito. Se isto que devia ser compreensível pois é passado eu não consigo entender, como serei capaz depois disto contar aos meus pais seja o que for? Mentalidades... meu deus, somos tão diferentes. Tão diferentes... Dói muito. Só espero conseguir fazer uma viagem tranquila sem muito que pensar. Preciso deste tempo longe dele... penso que irá trazer respostas e acalmar-me um pouco. Espero que pelo menos o vosso Natal tenha sido bem melhor! Beijinho e até para o ano.

Monday, 23 December 2013

Christmas Day/ Night & Boxing Day


Penso que os próximos dias serão extremamente ocupados. Vou passar uma das noites em casa sem dúvida, mas até dia 26 será tudo muito agitado. E depois do dia 26 então nem quero pensar. Amanhã trabalha-se, esperemos que só até ao 12h00. A noite vai ser passada com o menino e a desfrutar dos presentes. O dia 25 vai ser passado com a sua "família" mais chegada. Dia 26 vai ser passado a viajar até França, de regresso à família. Dias 27, 28 e 29 vão ser a descansar junto daqueles que amo. E dia 30 mais uma vez a viajar ! Yay. NOT. O ano novo vai ser passado com o menino. Uma vez que dia 2 já estou de regresso ao trabalho e quero pelo menos ter um dia de descanso antes da dose que me aguarda 2014.
Sendo assim, resta-me desejar-vos a todos um Feliz e doce Natal junto daqueles que amam e que 2014 seja um ano não digo igual, mas melhor que 2013. Ora então divirtam-se! Se tiver oportunidade ainda vos vou visitando, caso contrário até 2014 ;) Beijinho xxx

2013 #2

*continuação*...
Felizmente confiei cegamente nesta pessoa por quem me apaixonei. Hoje passado 1 ano e 3 meses, estamos juntos e confesso que não podia estar mais feliz. Foi uma atitude louca e despreocupada? Sem dúvida, mas o que é a vida se não uma aventura? Julguem-me, atirem-me pedras, façam o que quiserem. Mas até ao momento não me arrependo de nenhum decisão que tomei. Pois foi essa decisão que me tornou na pessoa que sou hoje. Se foi um erro confiar cegamente na internet? Não. Confiamos diariamente, cegamente nas pessoas para depois levar facadas nas costas. Se essas que dão a cara fazem o que fazem, que receio devemos ter nós de um monitor? Enfim... são opiniões. Infelizmente tive de depender bastante da internet para chegar onde cheguei. Dei moradas, nomes, telefones, para conseguir ter o emprego que tenho e só assim se consegue. Se tive de aturar muito psicopata e perverso? Sem dúvida. Se aconteceu alguma coisa para além de ser chateada? Não. Felizmente. Faz hoje 1 ano, 3 meses, 2 dias que tive a opção de fazer da minha vida a MINHA vida. Se os meus pais tiveram medo? Se ficaram tristes? Decepcionados? Claro que sim... mas prefiro viver a vida a teme-la. Faz hoje 1 ano, 3 meses, 2 dias que vivo com o menino, que trabalhei em diferentes profissões e cheguei onde cheguei. Já trabalhei como Au pair, Babysitter, Empregada, Assistente Pessoal e hoje trabalho como "assistente de vendas" nem sei a tradução exacta. Trabalho para uma grande companhia conhecida a nível mundial, tenho um salário e um horário que sempre desejei, que pessoas de todos os tamanhos, feitios, personalidades. Tenho uma vida de sonho diria eu. E não podia estar mais contente. Isto para concluir que 2013 foi um ano de decisões, de atitudes, de escolhas, de coragem/ estupidez, de inocência, de saudade... no fundo foi para mim um Bom Ano! E só desejo que 2014 seja ainda melhor! Na companhia de quem amo. Claro que o mal durante todo este ano é mesmo a saudade que fica da família... mas por esse mesmo motivo é que existem datas especiais. Para matar as saudades :)

2013


2013 Foi um ano repleto de emoções, de novidades, de descobertas, de novas experiências. No dia 21 de Setembro de 2012, tomei a decisão mais importante da minha vida e talvez a única até aquele momento. Se tive medo? Pois claro que tive. Não conhecia ninguém, não conhecia o país em questão, a língua era uma ajuda, mas estava sozinha. Se queria desesperadamente uma nova aventura? Sair de Portugal? Ter a minha própria independência? Sim. Na altura conhecia o menino, já éramos amigos há mais de 2 anos mas nunca nos tínhamos visto. Pelo que não sabia bem em que confiar, queria confiar nele, mas a verdade é que a internet nem sempre é aquele que queremos que seja. Mas ainda me recordo de me enfiar no avião... A minha mãe derramava lágrimas atrás de lágrimas no aeroporto. O meu pai chateado comigo não me levou ao aeroporto nem apareceu. Pelo que éramos só eu, a mãe, a mana, o namorado e a melhor amiga. Despedi-me de todos e entrei sozinha no avião. Lá conhecia gente muito simpática onde mais uma vez me senti protegida do "perigo" que se avizinhava.  Chegada ao aeroporto de Liverpool vejo este individuo com cara de mau, vestido de cabedal com um ramo de flores na mão. Nunca me hei-de esquecer desta imagem. A sua cara de mau não era mais do que uma máscara para proteger o seu grande coração mole. Abraçou-me de tal ordem que temi pelos meus ossos. Queria beijar-me mas sorrateiramente virei-lhe a cara. Quando estou nervosa falo pelos cotovelos... falo sem sentido nenhum, falo para me distrair. Até que chegamos a casa. Aí mantive-me calada que nem um boneco de neve. Foi então quando ele me começou a picar perguntando-me mesmo porque é que no carro falava até não ter mais o que falar e em casa dele estava tão calada... *continua*

Sunday, 22 December 2013

Plans for the next days

Bem, entretanto é Natal e antes que me esqueça de alguma coisa. Segue então aqui os planos até dia 26 de Dezembro (Boxing Day cá em Inglaterra).

Dia 22 de Dezembro - Não sei muito bem o que fazer hoje, mas tenciono deixar todos os embrulhos pronto hoje! Tenciono acabar as limpezas que comecei ontem e se necessário re-limpar tudo outra vez. Já vos disse que a casa está constantemente em obras? Pois ... está. E por consequência está constantemente cheia de pó.

Dia 23 de Dezembro - Tenho marcação no cabeleireiro para as 16h30/ 17h pelo que se calhar vou "pegar" no incentivo e sair de casa... Passear. Talvez não será o melhor dia para passear. Mas veremos!

Dia 24 de Dezembro - Trabalho das 8h ao 12h (espero eu - façam figas!). Ao meio-dia vou almoçar com os melhores amigos/ família do menino. Conhecem-se há mais de 30 anos e até ao momento não faltou a um único almoço de Natal. Pelo que não é este ano a excepção. Ainda não sei muito bem se vai abrir as prendas cá, ou lá. Mas espero que cá em casa. Quero ver a expressão facial dele fora de embaraços.

Dia 25 de Dezembro - Já combinamos eu faço o almoço especial (não é tipicamente de Natal, mas que se lixe! O que importa é que gostemos os dois dele). Ele faz a sobremesa. Yum Yum. Ainda estou indecisa se hei-de ou não fazer doces de Natal (ele não é fã de doces).

Dia 26 de Dezembro - por volta da 14h estou a caminho de França com chegada mais ou menos às 17h. Isto de ter os fusos horários distintos dá cabo de qualquer um! Anyway... chegada a Paris ainda não sei se me vão buscar ou se vou de TGV para Nantes. Esse é o ponto de encontro. Passar o Natal com a família portuguesa e francesa :)

E para já os planos são estes. Não são grande coisa, mas são especiais para mim. Ora então muito Bom Domingo!

Saturday, 21 December 2013

A new experience


A cor era suposto ser mais ou menos a da imagem, mas já sabia que com a base que tinha era impossível ficar tão vivo. No entanto estou contente pois voltou a ser aquilo que era. E como gosto do meu cabelo assim. Foi a primeira vez que pintei em casa, sozinha. Correu bem? Correu ... agora não sei se faça mais vezes ou se volte à regularidade com que fazia. Porquê esta indecisão? Porque fica mais barato fazê-lo em casa pelo que não preciso de andar ali com a raiz meses a fio. No entanto como é comprada no supermercado/ farmácia... não tenho tanta certeza da qualidade. Mas devo confessar que a cor está lá e o meu cabelo por enquanto encontra-se macio. Se daqui por uns dias as coisas podem mudar? Talvez... até lá fica o meu testemunho, estou contente com a experiência e com o resultado. Confesso que gostava de uma tonalidade mais viva, mas como o meu cabelo estava castanho escuro, obviamente saiu um ruivo escuro. Mas gosto :) é meio caminho andado para outra etapa! Ora então, tenham um resto de Bom Sábado e Bom Domingo.

740 Flaming Copper - L'Oréal Paris

E pronto! Eis que me deixei de medos e vou-me atirar de cabeça nesta nova aventura. Só espero não padecer com esta brincadeira. Resolvi comprar esta tinta há coisa de 3 meses? Mas nunca tive a coragem de a usar. Nunca pintei o cabelo sozinha e só do pensar no resultado acabar em mal confesso que me dá arrepios. Mas hoje, como tenho um plano B pronto em acção decidi arriscar. Vou aplicar a dita cuja no meu cabelo escuro e espero que o impacto não seja tão grande. Confesso que tenho medo do resultado, pois acho que para a quantidade que é estou mesmo a ver que vou ficar com metade ruivo, metade castanho... mas a ver vamos. Talvez não seja assim tão mau. No entanto já ouvi alguns contras e alguns prós. Para cabelo claro e longo, pelos vistos resulta numa boa luminosidade e suavidade... para cabelo curto parece que ganha uma certa aspereza e não brilha tanto assim. Pelo que só me resta concluir que vai tudo correr bem, pois tenho cabelo longo, embora grosso. Também vi o que restava da embalagem do tutorial da rapariga com cabelo curto e confesso que me assustei, não sobra tanto assim. Mas também reparei que ela besuntou-se toda, uma vez que podia. Olhem sabem que mais? Wish me luck! De hoje não passa. Pois uma vez que tenho cabeleireiro marcado para segundo feira, se as coisas correrem mal ao menos pergunto se é possível emendarem o meu louco erro!

Friday, 20 December 2013

The big surprise!


E finalmente hoje já posso contar a novidade que há tanto tempo esperava partilhar convosco. Mas como a disponibilidade quer minha quer da minha família nem sempre é compatível, eis que o dia combinado para partilhar a boa nova foi ontem! E que bem que me soube, falei pelos cotovelos até começar a ganhar uma certa dor de cabeça por falar tão rápido. Estava tão ansiosa por contar e tão orgulhosa de mim mesma que não consegui conter toda a excitação. No passado Domingo fui até este bar tão acolhedor, fica mais ou menos a uma distância de 30 milhas (50 quilómetros). E perguntam vocês "mas o que foste fazer para tão longe". Ora apresento-vos aquilo que fui experimentar e ver:


A minha nova Suzuki GN125. Há imenso tempo que já andava a poupar dinheiro para comprar o meu próprio transporte. Mas como para o carro o seguro aqui em Inglaterra para a minha idade ainda é muito caro, optei por algo que posso sustentar. Para além de me poupar dinheiro mensalmente poupo tempo também! Foi uma decisão baseada na confiança que tenho pelo menino, ele disse que agora os preços são acessíveis, a mota é praticamente nova e eu sou considera a primeira dona dela visto que será o meu nome o primeiro registo que a mota terá. Não podia estar mais feliz com ela. Tive pena de ainda não ter oportunidade de a guiar, mas senti-me tão bem em cima dela, só queria que tivessem visto o meu sorriso de orelha a orelha. É a minha primeira aquisição para a vida e acreditem estou bem orgulhosa do dinheiro que investi nela. Para além da mota consegui também umas botas para andar de mota grátis e o capacete. Embora confesse que o capacete não é do meu gosto. Falta mesmo converter a minha carta para uma do Reino Unido (visto que o seguro fica mais barato), adquirir o seguro para a mota e a minha pessoa, comprar o equipamento, mais umas pequenas particularidades e estou pronta para a aventura. Infelizmente ainda vai levar uns mezitos para que tenha a oportunidade de a guiar. Mas estou imensamente contente por a ter!! Só me resta desejar-vos Bom Fim de Semana.

Wednesday, 18 December 2013

His opinion

Porque a opinião dele também é merecida e para mim é importante. Ontem quando cheguei a casa do trabalho disse-lhe para ser honesto comigo e perguntei-lhe se achava correcto o que tinha decidido fazer. Ele é da opinião que contar a verdade sim, mas não a verdade toda. E porquê? Porque acima de tudo devo respeitar os meus pais que sempre deram tudo por mim e em segundo lugar porque isso só lhes ia partir o coração. E nem ele quer isso, não quer ser a causa do sofrimento deles. Ao que eu lhe perguntei, então para isso devo sofrer eu que estou constantemente a mentir? Ao que surpreendentemente me responde que sim. Na altura fiquei chocada e até mesmo triste, mas durante o dia de hoje ponderei bem as suas palavras e a verdade é que fazem sentido na minha cabeça. Ontem queixava-me que a minha irmã estava a ser egoísta e nem ponderei o meu caso, o facto de eu estar a ser egoísta. Tudo bem que tudo começou por minha causa, mas de facto toda uma vida deram tudo por mim e não pensar no impacto, nas consequências que iria causar quer a nível sentimental quer mental... não me passou pela cabeça confesso. Pensei sempre que me deixariam de falar por não aceitarem e ponto final. Disse-me ele que sim posso contar aos meus pais que ele ensinou-me a "sobreviver", o meu inglês evolui por causa dele, vivemos na mesma casa e cuidamos um do outro, mas nunca saberão que temos um caso. Disse-me ele que saber assim do nada iria ser um choque para eles. Passo a explicar porque seria um choque. Eu e o menino temos digamos... uma relação proibida, e digo proibida porquê? Porque a sociedade de hoje em dia não aceita este tipo de relação. Falo no geral claro. Eu e o menino temos uma diferença a olhos vistos de 31 anos. Infelizmente não sou mais velha 10 anos , ou ele não é mais novo 10 anos. As coisas aconteceram e independentemente das consequências no amor não escolhemos quem amar. Aconteceu. Ajudamos um ao outro como podemos e sempre que podemos. A verdade dolorosa desta relação e porque quero contar aos meus pais é porque... o menino é doente. Infelizmente sofre de uma doença imprevisível, em nada lhe afecta o espírito positivo. Mas verdade seja dita, custa-me, pois sei que nunca irei estar preparada para o perder... e quando as recaídas acontecem não tenho ninguém para me apoiar... Tenho os braços dele que para mim são um mundo. Mas dói saber que não vai durar para sempre. Que não vou ter a felicidade que outro qualquer casal teria, uma família, filhos, envelhecer juntos... está fora de questão. E dói. Dói muito... e por isso queria contar. Mas perdi a coragem com as palavras dele. Não sei que fazer... mas só sei que já não tenho medo de nada. O único medo que me consome é perdê-lo de um dia para o outro. Sei que é muita informação pessoal de uma só vez, mas achei que só assim compreenderiam na totalidade o meu "dilema".
Desde já obrigada por todas as palavras e o carinho que têm partilhado para comigo no desenrolar desta situação. É bom ter conhecimento de testemunhos como o meu e de sentir o vosso apoio. Obrigada de coração.

Tuesday, 17 December 2013

I want to understand... but I can't

Ando num dilema desgraçado (e não, não é esta a novidade), não por mim, mas pelos que me rodeiam... Lembram-se de vos falar no menino, em como os meus pais não sabiam, em como tencionava contar-lhes agora... etc etc etc. Pois bem, já não é a primeira vez que a minha irmã me questiona e me pede para não dizer nada. Diz ela porquê agora? Ao que eu respondo porque assim decidi, porque não antes, porque não depois? Que eu saiba não alturas para se dizer, diz-se e ponto. E só o digo agora pois é a próxima vez que vou estar com eles. Podia ser no Verão, no meu aniversário, ou noutras férias quaisquer. Não, é no Natal. Diz ela que só penso em mim (ora bem, o assunto está relacionado pessoalmente comigo), que vou destruir a família, que não penso nela, no quanto a vão chatear por ela não ter dito nada mais cedo, porque vou destruir as festas dos outros e criar mau ambiente... e porque não sei o quê não sei que mais. Estarei eu a ser assim tão egoísta quando estou a sofrer ao mentir-lhes? Estarei eu a ser assim tão egoísta quando prefiro mil vezes que não me falem (claro que preferia que aceitassem) do que terem de me perguntar como vão as coisas e eu ter de lhes mentir? Opá... se a isso se chama egoísta, então que assim seja. É porque mereço. Devia ter contado desde o inicio, talvez assim não fosse egoísta. Se ser-se feliz é ser-se egoísta então que assim seja. Se a familia não me apoia, tenho imensa pena, porque realmente prefiro tê-los do meu lado, ama-os a todos de igual forma, e irá custar-me perde-los porque algo tão insignificante. Mas se para eles ter alguém ao meu lado que cuida de mim é o mesmo que ter-me morta, não sei que faça para além de viver a minha vida. É a minha decisão. E está tomada, quer gostem quer não. Provavelmente estarei a ser fria, mas qual é o pai que não prefere a verdade?

Monday, 16 December 2013

Saturday


O Sábado foi dia de passeio. Quando eu pensava que ia ser um dia normal de passeio, vestindo assim uma mini-saia em tons de espírito natalício e salto alto, o menino resolve levar-me a experimentar motas. Desgraçado, soubesse eu onde íamos e obviamente não teria levado mini-saia! No entanto diverti-me imenso, vimos umas quantas do meu interesse, e outras tantas onde fiquei mais receosa. Mas tudo gente acolhedora, gostei. Fora isso fomos visitar o novo centro comercial JTF que abriu cá na zona. E sem dúvida alguma supera e bem o anterior! Pois segundo consta o anterior costumava ser onde matavam porcos e sei lá mais o quê... desinteressante, só sei que não tinha condições nenhumas, mas este. Este ganha, mas com muita pontuação de diferença! E fomos comprar comida para nós e coisas para a casa. Foi então um sábado produtivo, mas nada esperava a reviravolta do dia seguinte... mas esse... esse vou deixar para mais tarde :) é surpresa.  A família ainda não sabe e tenciono contar-lhes primeiro.

Sunday, 15 December 2013

Christmas is coming


Os postais de Natal já estão prontos, ou pelo menos a sua maioria :) tal como tinha dito, todos eles em tons dourados com pequenos retoques a preto, cinza ou dourado e voilá. Nada como um miminho Natalício espalhado por aqueles de quem gosto.


Uma parte das decorações da casa e da árvore de Natal. E a saga continua. Embora duvide que tenha tempo para muito mais. Agora é dedicar-me aos embrulhos e à refeição. E depois viagem de visita à família, que a saudade já aperta. Ora então, continuação de muito bom Domingo! :)

Saturday, 14 December 2013

I am getting somewhere!


Ando num total frenesim! A tentar conciliar as minhas ideias e mais algumas :) Na passada quinta feira foi dia de limpezas cá em casa, limpei a cozinha de alto a baixo e a Sala "verde" como lhe chamamos... é para já a sala mais bonita cá de casa, a sala de jantar. E foi lá que decidimos arranjar um pequeno espaço para a nossa maravilhosa árvore. Já a montei! E fiquei tão contente!! É a minha primeira árvore de Natal, não tão grande como a que estou habituada, mas é maravilhosa. Para não falar que tem a sua própria iluminação (ufa - menos uma dor de cabeça!). Foi uma excelente prenda de Natal do menino e estou muito feliz. Ainda não a decorei, estou a tratar dos preparativos sempre que posso. A fazer as minhas próprias decorações! Isto leva tempo, mas corações e árvores de natal já andam espalhados por tudo quanto é sitio eheheh. Entretanto já escrevi e decorei mais de 10 postais de Natal e a dose ainda não acabou. No entanto devo dizer que me diverti à brava :) São todos dentro do mesmo género carimbos natalícios em tons dourado um pequeno miminho que toda a gente aprecia nesta altura do ano, não é mesmo? Agora só falta mesmo virar-me para os embrulhos! Os presentes já cá cantam alguns, mas embrulhos nem vê-los. Tenho de começar a dedicar-me a esse lado. E o tempo está a esgotar-se. Este ano Vou passar o dia 24/25 com o menino cá de casa... e o dia 31/01 também com ele... e como tal a semana entre esses dois dias é passada com a família. E vou-me encontrar com eles em França! Com a restante família que conhecemos lá. Vai ser tanta coisa ao mesmo tempo, tenho de me preparar para qualquer eventualidade menos apreciada! Agora continuação de mãos à obra! Hasta e Bom Fim de Semana!

Thursday, 12 December 2013

Virtual World


Se há coisa que aprendi com o mundo virtual é que este não é muito diferente do mundo real. Muito pelo contrário, por vezes é capaz de magoar mais. Recordo-me de quando me juntei a este mundo desconhecido e comecei a pertencer a "lugares", pessoas, corações...Gostei sempre da recepção, do carinho, do calor, das palavras partilhadas e aos poucos e poucos fui-me deixando levar por esse carinho todo. Até que um dia "caí", numa tentativa de ser uma pessoa melhor tornei-me o centro da humilhação. Já me tinha acontecido na vida real, mas nunca pensei que no mundo virtual também houvesse disto. Infelizmente há, em todas as formas e feitios. Incomodou-me muito quando aconteceu o sucedido, e de certo modo afectou-me como se de um amigo falso se tratasse na vida real. Aos poucos fui-me recordando de que o mundo virtual é mais do que fama e favoritismo. É um mundo repleto de diferenças e distinção. Ideias, pessoas, gostos inundem este mundo ao qual designo de Internet. E hoje? Hoje é com isso que me preocupo. Se as pessoas não gostam de mim como sou e não me aceitam, porque hei-de eu baixar a cabeça e correr atrás delas? Nada como um novo começo. Há melhor coisas do que procurar novos horizontes? Adeus passado!

Wednesday, 11 December 2013

Be YOURSELF - Zen Pencils





Zen Pencils is a blog where famous and inspirational quotes are adapted into cartoons. It's illustrated by Gavin Aung Than. http://zenpencils.com/

A Zen Pencils é um blog que transforme citações famosas ou inspiradoras em desenhos animados/ ilustrações. Estas ilustrações são da autoria de Gavin Aung Than. http://zenpencils.com/

Devo dizer que esta não foi a sua primeira "lição de vida" que vi/li. Esta sim foi a primeira e foi a que mais me marcou. No entanto como sei que a nível psicológico tenho tendência para me auto criticar com bastante frequência e sou muito negativa para comigo mesma, achei por bem partilhar esta lição de vida aqui. Pois quero um dia terminar como o rapazinho da imagem terminou, com um sorriso nos lábios. Quero poder ter a capacidade de ignorar os meus problemas e parar de me comparar aos outros, pois isso só me destrói. Claro que é muito fácil falar. Mas será pelo menos um ponto de partida e uma ajuda. E quem diz para mim diz para todos aqueles que passam pelo mesmo.

Vale a pena visitar a página: http://zenpencils.com/

Monday, 9 December 2013

Easy Christmas Crafts


A verdade é que estou a ficar sem tempo! Quero muito dedicar algum tempo à decoração da casa, mas é tanta coisa para fazer em tão pouco tempo que fico sem saber por onde começar. Achei por bem partilhar estas ideias bem fáceis de concretizar para quem está com falta de tempo como eu. E como vêm, são ideias tão simples, mas tão mágicas que é impossível ignorar.


São algumas ideias do que ainda está para vir! Agora toca a trabalhar que já se faz tarde! :) Hasta.

Sunday, 8 December 2013

And here we go again


Frio, chuva.... vento. Por favor digam-me que não é outro temporal! Agora vou só ali limpar a cozinha e aspirar esta casa que mete nojo com tanto pó! Odeio viver assim, mas que remédio tem de ser... Entretanto as prendinhas de Natal estão encaminhadas, preciso é de começar a dar atenção às decorações de Natal cá de casa e aos postais de Natal que tenho de enviar !! AI. Hasta.

Pauline... the cutest little baby ever

Depois da experiência de ontem tenho a dizer que decididamente ainda sou muito nova para ter filhos. Bem sei que ter os nossos e tomar contas dos outros é bem diferente. Mas não sei não... algo me diz que vou ser mãe muito muito tarde. Fora isso, a Pauline é uma bebé adorável! Sorriu para mim tanta vez que nem queria acreditar (mas digo-vos as ceninhas que fazemos só para os contentar é uma comédia autêntica), no entanto quando esteve na hora do soninho, parece que o soninho abandonou a sua cabeçinha e só chorava. Por várias vezes fiz de tudo para a tentar animar e acalmou nessas vezes todas. No entanto o verdadeira choro começou quando os pais estavam a 15 minutos de chegar. Eu já nem sabia onde me enfiar. Mas felizmente acalmou após a chegada deles e adormeceu. Thankfully. Mas confesso que me senti tão impotente... a pequenina só estava cansada mas não consegui dormir e eu? Eu ali num desespero pegado. Mas pronto... até ao momento tinha corrido tudo bem. E eu fiquei contente com a nova experiência, mas confesso que se me voltam a pedir... não tenciono tomar conta dela durante muitas horas... Foram das 14h às 23h. Agora é que eu sei o que as mamãs sentem após o parto ! Oh que trabalheira... mas acredito que seja tão compensador :) pois de cada vez que via o seu sorrizinho.... derretia completamente eheh. Bom Domingo!

Friday, 6 December 2013

Babysitting... baby?


E pronto ! Parece que já tenho planos para o meu Sábado. Amanhã foi-me pedido de urgência se podia fazer de babysitter desde as 14h00 às 23h00. Upa upa, a parte difícil não é essa, ora não me custa nada... custa-me sim saber que é uma bebé! Já tomei conta de crianças, já fiz de babysitter de crianças... sim até aí tudo bem, insuportáveis ou não sempre me lido bem com elas. Mas bebé? Bebé é uma grande responsabilidade... está bem se chorar pode querer comer, fazer necessidades, atenção mas e se for algo mais grave? E se acontece alguma coisa? E se não conseguir tomar conta do bebé? Desculpem mas para já... sinto-me ignorante no mundo dos bebés e aflige-me que não consiga dar conta do recado. Aceitei a muito custo, pois olharam-me assim com olhos de cachorrinho. Mas avisei logo que nunca tomei conta de bebés e ainda assim confiam em mim! Ora minha nossa. Por favor, AJUDA! Toda a ajuda é bem vinda. Embora vá ter umas horinhas de treino com a mamã, nunca é demais a ajuda de todos os lados. Força, mamãs cheguem-se à frente, please!!

Yesterday the weather was a terrible surprise


Ontem a coisa não teve famosa por cá. Deve ter sido um dos piores temporais em mais de 30 anos cá por terras de Vossa Majestade. Pelo menos é o que dizem! A verdade é quando acordei pelas 4h da manhã e só ouvia o vento a queixar-se e a arrastar tudo à sua frente, tive medo. Odeio quando o vento está assim muito forte, é sempre mau sinal, as coisas nunca acabam bem. E ontem não foi excepção. Perto do meu trabalho um dos armazéns que nos rodeia ficou com o telhado completamente destruído, outro armazém claramente o vento tentou, mas felizmente sem sorte, só levantou a chapa do tecto de maneiras que ficou lá num ângulo esquisito. Árvores partidas, baldes de lixo espalhados pelo chão... e só não fui no ar também porque sou teimosa! Não, agora fora de brincadeiras... confesso que foi assustador e até eu estava com medo de sair de casa. Houve algumas mortes infelizmente, e muitos muitos danos. Especialmente na zona costeira.

Thursday, 5 December 2013

Still about HIM & ME


De todas as palavras e opiniões partilhadas, tenho de agradecer acima de tudo quem partilhou a sua experiência. Obrigada pelas palavras e verdade seja dita a decisão está tomada. Irei sem dúvida contar aos meus pais, sei que vou ferir o seu orgulho, mas mais do que isso vou ferir os seus sentimentos, mas prefiro isso a viver uma mentira. Pelo que deste ano não passa. No entanto ao pedir a opinião a pessoas chegadas deparei-me com uma situação onde realmente há coisas piores do que a minha relação. No fundo cada problema é cada problema, no entanto quando comparados entre si acaba por ser estúpida a importância que damos a algo que não é tão importante assim. Por exemplo contava-me uma colega de trabalho que a sua irmã quando ficou grávida com 16 anos (salvo erro) foi irresponsável e um erro sem dúvida. Disse-me ela que o seu pai (e isto ouviu ela dele) quando ouviu a noticia pela sua mãe ficou devastado obviamente. Não é uma noticia que nos dê para andar aos pulinhos de alegria. No entanto também disse-lhe a ela que quando soube que não foi um telefonema a dizer que a filha estava no hospital, ou tinha uma doença terminal, ou que morreu... quando ponderou outras variáveis ficou feliz por saber que tratava-se apenas da sua filha estar grávida, ainda que grávida, estava feliz e saudável. Ora é problemático sem dúvida quando nos focamos numa situação apenas, mas é necessário ponderar outras variáveis e realmente dar o devido valor. Sinceramente foram palavras que me emocionaram (vindo de um pai) e me deixaram a pensar. Não tenciono dizer isto aos meus pais, até porque termo de comparação nestes casos nunca foi bom (tu fazes isto, e eles aquilo... nunca foi bom, trust me) mas quero realmente que eles cheguem a esta conclusão por eles. É o meu maior desejo para 2014 suponho, que me entendam e que pelo menos me apoiem.

TV series


Já perdi a conta aos filmes e séries que já vi thanks to the man of the house! No entanto devo dizer que de momento o menino anda mais uma vez, viciado em 24 uma das suas companhias de trabalho (sendo este a reconstrução da sua casa). E aqui a menina anda novamente viciada em HOUSE. Perco-me nestes episódios, para além de ser baseados em factos reais, são verdadeiramente assustadores, para mim mais do que qualquer filme de terror. Outra série que nunca me passou pela cabeça ver, mas que de momento é uma das minhas favoritas :- Doctor Who. São 12 doutores na totalidade, embora só tenha visto as temporadas com os últimos doutores (temporadas modernas). As restantes já têm entre 20 a 50 anos. Por esse mesmo motivo este ano festejou-se o 50º aniversário de Doctor Who e o filme estava fenomenal! Adorei. No entanto de todas estas séries aquela que tem tendência para me prender à televisão , não digo horas seguidas mas esporadicamente é mesmo Supernatural. Gosto dos acontecimentos no mínimo, inesperados.

Wednesday, 4 December 2013

Christmas ideas all in my mind!


Odeio a época de Natal por um único motivo! Por norma são uma dor de cabeça para mim no que toca a presentes. Este ano pensei mesmo que iria ser uma maior dor de cabeça uma vez que tenciono decorar a casa sozinha (uma vez que o menino não está muito empolgado - prioridades à parte). Hoje mais algo contribuiu para a minha felicidade e a minha capacidade de não desistir! Tenciono oferecer ao menino uma mini cestinha recheada de efeitos natalícios feitos por mim e algumas mini garrafinhas de álcool (bebidas). Penso que é a prenda indicada visto que este gosta bem de beber, quanto mais não seja para eliminar a dor (física atenção). E verdade seja dita gosto bem quando fica alegre visto que tem tendência a ser mais carinhoso. Mas como se não bastasse e para o caso de não gostar! Vou-lhe comprar uma garrafa gigante da sua bebida preferida e decorá-la a meu gosto. Não sou exagerada mas gosto de mimar quem me rodeia e gosto que as pessoas saibam o quanto significam para mim. Vou-lhe oferecer também uma caixinha de decorações pintada por ele (infelizmente não tenho jeitinho nenhum para pinturas - AINDA!) com memórias no seu interior, memórias minhas e dele. Gostava que fosse antes uma caixinha de fotografias, mas como o menino arma-se em tímido na maioria das ocasiões resolvi que escrevê-las em postais feitos por mim seria uma forma original de reviver o passado. E as ideias continuam... Para os papás consegui finalmente depois de tanto pesquisa quer minha quer do menino, lá consegui arranjar um prato tradicional de Leeds. Já há imenso tempo que fazem colecção de pratos de várias cidades de vários países por onde já passamos. Nunca estiveram cá é um facto, mas estive eu e assim ao menos já sabem o que lhes espera no futuro. No entanto não ficamos por aí... Para a mana, como andamos as duas viciadas em "crafts" e outros que tais! UPS que já disse tudo ;) ... Quanto à casa... tenciono deixar arrastar a data até bastante tarde, pois como a casa anda em obras é impossível decorar tudo sem ficar num instante tudo cheio de pó. Pelo que vou esperar até mais ou menos uma semana, para limpar tudo a fundo e começar a decorar a casa. Como se não bastasse tenciono fazer doces de Natal portugueses! Para que os ingleses também saibam o que é bom!

PS:- se calhar era melhor começar a fazer uma lista, senão tenho a impressão de que me vou esquecer de algo! 

Monday, 2 December 2013

My relationship

Podem não saber, mas preciso de saber o que pensam sobre o assunto. A minha relação com o menino não é fácil... a nossa diferença de idades não ajuda e sempre foi um impedimento para mim partilhar a minha felicidade com a minha família. Porquê? Muito simples, não creio que algum dia irão entender a minha felicidade. Não creio que algum dia irão aceitar o facto de viver uma vida a dois com alguém mais velho do que eu. Não vou mencionar idades, só vou dizer que a diferença nota-se a olhos vistos. Ponto. A verdade é que quero muito partilhar a minha felicidade com eles, não digo confessar que menti até agora pois isso só ia causar mais dor. Mas pelo menos partilhar com eles, que estou a viver uma vida só minha, com alguém que amo e que toma conta de mim. É óbvio que inevitavelmente vão querer saber mais inclusive idade e o que faz e família e mais não sei o quê. Mas o que devo fazer? Mentir? Mais? Não... não quero. O objectivo de querer partilhar é para que saibam que estou bem, que estou feliz e independentemente do que possam pensar só deviam estar feliz por saberem que eu estou feliz. No entanto a minha mana é da opinião que não devia mencionar idades, pois os meus pais nunca irão compreender e só os irá magoar. Ora... mas então assim não continuo a mentir? Diz ela, se menti até agora fará alguma diferença de hoje em diante? Para mim? Faz pois... afinal de contas eu é que estou a sofrer de cada vez que tenho de mentir. Se devia ter pensado nisto antes e nunca ter mentido desde o inicio? Se calhar podia... mas saberia eu hoje que a coisa era séria? Que valeria a pena o sofrimento? Não... Hoje sei-o e por saber é que quero partilhar. Os meus colegas de trabalho (homens de família, de 30, 40, 50 anos) e o menino incluído são da opinião que devo contar a verdade. A verdade é melhor do que mentir... Dizem que independentemente das minhas escolhas um pai nunca deixa de amar um filho. No entanto estamos a falar de ingleses, toda a gente sabe que Portugal comparado com o mundo tem uma mentalidade mais 'lenta' das coisas. No entanto depende das pessoas, por isso mesmo quero a vossa opinião. Quero saber o que fariam com um filho nessa situação, como lidariam com essa situação? Não digo que não os vá magoar, claro que a verdade vai-lhes magoar, mas prefiro que saibam a verdade de uma vez por todas, que saibam que estou feliz e que tenho alguém na minha vida que toma conta de mim do que passe a vida a mentir-lhes.

What a big headache

Estou com uma dor de cabeças daquelas que não se pode mesmo. A minha noite foi passada a virar de um lado para o outro na tentativa de ignorar a mesma.  Agora estou para aqui feita zombie a não saber bem o que fazer da minha vida. Vou começar por planear o dia, mas se não me aguentar volto já para a cama... Que rico começo de Dezembro! Boa semana xx

Sunday, 1 December 2013

And here we are


E cá estamos Dezembro. Hoje foi um Domingo preguiçoso, confesso. Mas a cozinha pelo menos está limpa! Lavei aquela desgraçada da cabeça aos pés e agora está num brinco. A cozinha é a parte da casa que mais me preocupa, estando limpa nada mais me preocupa, isto porquê? Porque é a parte da casa onde recebemos o pessoal. Logo convém que esteja em condições. É também a que me leva mais tempo a limpar e é aquela que necessita de uma limpeza a fundo. Tudo o resto passa a ser superficial. Verdade seja dita, enquanto a casa estiver em obras pó é o que vai haver com fartura pelo que já me adaptei à situação... Mas incomoda-me quando limpo... fica tudo bonitinho e após 5 minutos *bam* já está tudo com pó e cheio de sujidade. Adiante! Está feito. E nada como começar Dezembro em grande (limpezas). Bom resto de Domingo ! :)

Saturday, 30 November 2013

I can't believe it's nearly December


Não posso acreditar que Dezembro já está aí à porta e há um ano atrás estava eu preocupada em mudar de emprego a comprar bilhete de última hora para Portugal, e a planear um mês de férias com os meus pais. Hoje passado um ano os planos são outros e com outra antecedência. Não posso acreditar que já passou um ano... É como um sonho tornado realidade. Que venha Dezembro e uma melhor perspectiva de um bom ano! Enquanto isso, hoje passei o meu tempo a escrever cartas, comer sandes e ver HOUSE. Nada como um sábado preguiçoso para recuperar energias. Amanhã... amanhã aguardam-me tarefas domésticas!!

Christmas Dinner at Work


Ontem foi dia de passeio, saída e diversão com o pessoal do trabalho. Oh minha gente, é engraçado quando vemos as pessoas como elas são em horário de trabalho ou de copo na mão e fora do trabalho. Parece que há outra qualquer liberdade e afecto. Bem a verdade é que nem sei quantas vodkas já andavam pelo meu sistema. Mas não é preciso muito para me deixar alegre uma vez que sou pessoa que sai poucas vezes e odeia odeia álcool. Por esse mesmo motivo pedi sempre coca-cola, mas a saltar de bar em bar foram-me oferecendo bebidas (que eu vi prepararem) e como é que uma pessoa pode recusar? Não pode... Ao jantar não fui, pois era demais para a minha carteira. No entanto o pessoal foi adorável demais e ofereceu-se mesmo para me convidar a ficar sem preocupações relativamente a quem pagava. Confesso que me emocionei ali mesmo e as lágrimas acabaram por surgir. Abraços foram trocadas e palavras de muito afecto. Se era o álcool a falar por si ou não, não sei... Mas foi sem dúvida uma tarde/noite com muitos sentimentos à mistura. Obrigada malta por fazerem parte da minha vida. Há pessoas lindas de coração enorme.

PS: O director da LoneStar Leeds esteve presente e desejou-me continuação de boa noite com abraço e beijinho na bochecha incluído! Ai que esta malta só me mima!!! :)

Letters and more letters


Gosto quando sou surpreendida assim logo pela manhã, ou mais ao fim do dia porque pequenas surpresas como estas. Nada como receber cartas pelo correio, sejam elas de Portugal, da Bélgica, da Holanda... do mundo. Cada uma com a sua história, a sua caligrafia, as suas características. Há um ano atrás dizia que não era possível isto acontecer... pois não trabalhava, e aquilo que recebia mal dava para as minhas necessidades. Hoje passado um ano e com as minhas economias vou podendo fazer aquilo que mais gosto. Escrever cartas. Gosto de partilhar a minha história com o mundo e que partilhem a sua história comigo. É bom receber miminhos destes. Onde não há nada se não apenas um sentimento mútuo de afecto e carinho. Eu gostava de trocar cartas com mais pessoas de todo o mundo, nem que seja apenas uma carta, pois um dia quero olhar para trás e relembrar os bons tempos que foram :) Se quiserem trocar cartas comigo manda-me e-mail para anna_21_marian@hotmail.com sim? Acreditem. Eu gosto e é um meio de comunicação ao qual dou cada vez mais valor! Vão, sem dúvida, gostar desta experiência.

Thursday, 28 November 2013

Facebook.......... Instagram?


Hoje a caminho do trabalho li um artigo no jornal que me deixou inquieta, embora já não sendo novidade nenhuma. Toda a gente sabe que o facebook hoje em dia é uma grande 'arma' social. Pelo menos eu acho isso, há a partilha de tudo e de todos. Sinceramente? Nada contra, até porque o facebook no meu caso, é um meio extremamente fácil e útil para comunicar com a minha família e os meus amigos de Portugal. Claro que uma vez por outra gosto de partilhar os meus gostos, a minha boa disposição ou a minha má disposição, uma noticia, um objectivo conquistado na minha vida. Digamos que no facebook faço aquilo que já faço pessoalmente. Para mim não é nem nunca será um meio de substituir aquilo que já vivo na vida real. Por sua vez há pessoas, que são aquelas que criticam o facebook e não usam de todo, que têm uma perspectiva diferente do facebook. Pensam que hoje em dia toda a gente usa o facebook para isto e para aquilo, não há um meio termo e estão sempre sempre enfiados no facebook (verdade seja dita, há realmente pessoas que não atingem a realidade mas pronto). No entanto a meu ver, quem diz facebook, diz blog, twitter, pinterest, tumblr, devianart, photobucket, instagram, etc. A meu ver penso que o instagram consegue ser mais negativo do que o facebook. E passo a explicar o meu ponto de vista. Ao passo que no facebook há partilha de informação, ideias, gostos, novidades, rever pessoas antigas, ou conhecer pessoas novas. No instagram passa um pouco por ser um meio de comunicação egoísta. Atenção é a minha opinião... pois não passa de uma conta criada para partilhar única e exclusivamente cada momento fotografado por uma única pessoa. Sinceramente a fotografia para mim sempre foi algo que me deixa maravilhada... mas o instagram faz perder um pouco esse fascínio todo, tornando-se mesmo banal uma coisa que podia ser especial. 

Wednesday, 27 November 2013

Sometimes things don't go well...

...Hoje o meu ingles esta' parvo de todo! Cada frase que tento falar, 'como' sempre uma ou duas palavras pelo que a frase sai sem sentido nenhum, como e' obvio. Nao sei porque me esta' a acontecer isto hoje, e' embaracoso e nada professional sejamos honestos!
 
PS: Desculpem os erros de caligrafia, mas estou a escrever de um teclado ingles, que e' muito diferente do nosso. E' engracado, mas quem vir ate' pensa que nem sei escrever :)

Monday, 25 November 2013

Today


Hoje fui à farmácia, na tentativa de ajudar uma amiga de Portugal, uma amiga que precisa muito da minha ajuda. Infelizmente sou impotente no que toca a este tipo de coisas, mas quando se tratam de família ou amigos, temos tendência a dar o tudo de nós. Ela precisa deste medicamento que ainda não chegou a Portugal para uma infecção nos olhos do seu irmão, que o pode deixar cego. A verdade é que fui à Farmácia e aqui ao contrário do que se passa em Portugal não precisam de receita médica. Embora foi-me logo dito que está esgotado e já está esgotado há alguns anos. Aparentemente há um problema de fabrico pelo que não tem havido produção ou saído. Gostava de poder dar mais saídas ou soluções, porque as há...  Mas não sei até que ponto são credíveis. Como por exemplo equivalentes do medicamento em questão ou até mesmo compras pela internet. Mas tenho receio... Tenho receio até de induzir a pessoa em erro. Enfim, vamos ver o que diz sobre o assunto. Fora isso fui aos correios entregar mais umas cartinhas! Pois que isto de troca de cartas com o mundo sabe mesmo bem. Valha-nos isso :) 

Walking down the road


Adoro andar a pé, arejar a cabeça e as ideias, especialmente agora que o Inverno está à porta, o ar gélido a bater na nossa cara mas à medida que andamos e percorremos metros e metros de distância, somos consumidos pelo calor. Gosto de andar, andar faz bem e sempre estive habituada a andar. Desde o meu tempo de escola em que tinha de me levantar cedo para apanhar o comboio. Nem sempre gostava era um facto e não via a hora de ter carta de condução e carro. Mas as possibilidades nem sempre nos permitem mais e temos de nos contentar com o que temos. Não se desenganam, felizmente vivo numa família considerada de classe média, o que é bom. Por um lado. No entanto desde que me virei para um lado sozinha e resolvi vir viver para Inglaterra as regalias são outras e volto a usufruir daquilo que tenho de melhor felizmente, os meus pés. E ando... ando... ando... minutos, horas... simplesmente deixo o tempo de lado, tudo para trás e ando. Livre como um ser que só pretende espaço, tempo e felicidade. Só ou acompanhada. Em silêncio ou com uma boa batida musical. Gosto de passear e perder-me nas ruas da vizinhança, da cidade, do desconhecido. Tenham uma boa semana!

Sunday, 24 November 2013

I wonder

Já sei que quem vai padecer sou eu, já sei que 'no matter what' eu é que vou ser o circo e o centro de gozo. Já sei que as palavras nem sempre são o meu forte e da certeza porém há pessoas que não sabem interpretar o que está escrito e o que é dito. No entanto dei a minha opinião, esclareci o meu ponto de vista, não acusei ninguém simplesmente estou desiludida e magoada com as atitudes que o ser humano pode ter. Mas sei de ante-mão que ainda tenho direito a opinar, e sei que algo DADO deve ser VALORIZADO, seja para rico, pobre, magro, alto, chinês, português, inglês, sr.engenheiro, doutor, empregado... seja o que for. É DADO é de bom grado, deveria ser VALORIZADO, à falta disso acho de uma tamanha hipocrisia. E as pessoas que pensam assim, infelizmente nunca passaram sérias dificuldades na vida (julgo eu) caso contrário não pensariam assim. Tenho pena. Simplesmente pena, pois se um dia passarem sérias dificuldades não me vão bater à porta uma segunda vez da certeza porém.

Food Sales

Já falei (não aqui mas no meu anterior cantinho) muitas vezes nos saldos de comida que fazem cá em Inglaterra. E porquê que se chamam saldos de comida? Muito simples porque é comida fora do limite de validade, que muitas vezes (como muita gente deve saber) são limites impostos para vender a comida mais facilmente e mais rapidamente. Iogurtes, leite, bolos, esses alimentos que são mais sujeitos a ficarem estragados mais rapidamente são vendidos logo a seguir a passarem de validade. São VENDIDOS minha gente, não são deitados fora... Sei que em Portugal não existe saldos de comida infelizmente, mas aqui há e ainda bem que assim é. Pois ao invés de gastar diariamente 20 e tal libras numa refeição gasto apenas cêntimos. Quero com isto dizer que a comida lá porque está fora do limite de validade não quer dizer que esteja estragada, batatas fritas, salgados, chocolates, pipocas, e muitos outros conteúdos são alimentos que duram meses se não anos. E fico chocada quando alguém que passa necessidades se recusa a comer algo que passou fora da validade, quando EU própria como e ao mais não estou a passar dificuldades. Chama-se a isto gerir uma vida melhor. Não estamos a falar de pessoas ricas com possibilidades, estamos a falar de gente a PASSAR FOME. E a meu ver é ingratidão recusar comida quando se está a precisar. E mais não digo. Sou capaz  de dizer mais qualquer coisa mais logo quando me sentir mais calma, menos chateada pois estou... estou chateada, decepcionada, mas acima de tudo magoada. Muito magoada.

Saturday, 23 November 2013

Friday....No, Saturday

Ontem, enquanto despertava lá para as 3h da matina com o som do menino a trabalhar pois este ainda não sabe quando deve parar, fui bombardeada pelo mesmo com a sugestão de no Sábado irmos a uma concentração de venda de montas antigas, novas, com defeitos, perfeitas porque ele gostava de ver como me sentiria eu numa 125cc. Até aqui tudo bem, disse que se fizesse bom tempo íamos e pronto. Eu toda contente, já a saltar de alegria e toda entusiasmada. Finalmente num fim de semana, iria sair de casa, com o meu menino. Hoje de manhã acordo e enquanto preparo o meu café vejo o meu almoço para o trabalho preparado no frigorífico...Aquela caixa de plástico de tampa branca com fruta, salada e bolinho no seu interior. Ah! Pois agora é que eu topei tudo, o menino pensa é que Sábado é amanhã e hoje é Sexta feira....Ah pois claro... Daí toda a sua força de vontade ontem e hoje ronca ali na cama que é um disparate. Yeah right. Wake up darling! Vamos lá ver essas motas... Olha que isto :) Bom fim de semana!

PS: - sim sim... o menino como lindo que é prepara todos os dias a minha lancheira para o trabalho. Eu sei, ele é um amor e mais uma vez eu sou a sortuda. Yay!

Friday, 22 November 2013

Rosaspina Vintage


Já não é a primeira vez que partilho aqui no meu cantinho páginas, ideias, inspirações que são do meu agrado e de momento fico fascinada com esta menina. A forma como retrata também outra época, uma época mais vintage, mais antiquada, mais do meu gosto e como eu desejava ter estas ideias, roupas, sapatos, carteiras... mas acima de tudo dinheiro! ahah



Estamos a falar da Ale do Rosaspina Vintage. Como a retrato? Uma jovem inspiradora, dedicada e dona do seu próprio dom.



Como ela se retrata :- 

Vintage style and photography blog of a gal with a love for bygone eras.
My name is Ale and I live in Turin, a pretty town in the North of Italy, with my husband and two oversize cats.
I work as a storyboard artist, animator, illustrator, and designer of my own clothing label, Rosaspina Vintage.



Tradução :-

"Blog de uma rapariga apaixonada por vintage, fotografia e pelo passado.
O meu nome é Ale e vivo em Turin, uma pequena cidade no norte de Itália, com o meu marido e os meus dois gatos bem gordinhos.
Eu trabalho com artes de encenação, animação, ilustração e desenho as minhas próprias roupas."


Não só desenha como também fabrica algumas das suas roupas.
Vale a pena visitar!

Wednesday, 20 November 2013

Yesterday


Ontem aconteceu algo engraçado no meu local de trabalho. A maioria de vocês já conhece o meu pânico por chamas telefónicas (essencialmente de estranhos - de pessoas conhecidas é na banal). E a aventura de ontem teve como base uma chamada telefónica de uma cliente nossa importante e por sinal muito querida. No entanto quando pretende uma informação liga a todos os contactos possíveis. Pelo que me calhou a mim atender. Pergunta-me sobre um determinado conjunto de ordens do qual não tenho conhecimento e começo logo a entrar em parafuso. A senhora na sua inocência e apercebendo-se que já estava a entrar em pânico diz-me logo se não estará a causar-me problemas, ao que eu respondo educadamente que não não. Mas já toda a gente no escritório apercebe-se da situação até que finalmente sou salva pelo individuo encarregue de determinada cliente! Após a chamada só oiço o meu colega dizer que a cliente sentiu pena de mim e que não quis de alguma forma causar-me desconforto. Senti-me tão embaraçada mas ao mesmo tempo tão acarinhada que nem imaginam! Tenho realmente sorte de estar rodeada de pessoas fantásticas.

Monday, 18 November 2013

A positive thing


Pensei, pensei e repensei. E sinceramente não haveria muito que pensar. Não fosse eu ser uma menina bem lentinha, bem frágil, e bem mimalha. Hoje por causas pessoais conheci finalmente a Paulinha via câmara. Felizmente tenho o apoio dela e a sabedoria dela para me guiar. No entanto desejaria tê-la conhecido em circunstância da vida diferentes. Mas a vida nem sempre é justa. O menino disse que o dia hoje foi produtivo, foi ao centro comercial que sempre desejou (em mais de 14 anos), devolveu um aparelho DVD que não funcionava e 'conseguimos' alguns saldos de comida. Eu por outro lado acho que o meu dia foi todo menos produtivo. Não é que esteja a reclamar, pois disse a mim mesma que a partir de hoje iria encontrar cada coisinha positiva no meu dia a dia e vou começar por fazê-lo. Conheci uma menina espectacular, a Paula, já a conheci-a virtualmente e para todos os efeitos continua a ser um conhecimento virtual, mas diria sem dúvida que mais chegado... e ainda bem. Qual seja o meu estado de espírito, está sempre lá para me apoiar com as suas palavras sábias e de conforto. E hoje tive o belo prazer de falar com ela. Para além do mais com ajuda dela reflecti que de facto foi algo bom o que aconteceu hoje, o menino estava feliz. Porque motivo ficaria eu infeliz se o vejo feliz? Não fui eu a causa dessa felicidade? Não, está certo. Não estive com ele durante essa felicidade? Não, certíssimo. Mas ele esteve com os amigos, a gozar momentos que em outra altura foi impossível, por isso só tenho motivos para estar feliz. E no final do dia convidou-me a ir às compras com ele admitindo mesmo que foi aborrecida a tarde dele. No meio disto tudo só vejo motivos para pensar positivamente e ser uma pessoa mais feliz. E amanhã já se trabalha outra vez.... BAH.

Sunday, 17 November 2013

Stephanie Somebody

Ela é incrível. Stephanie Somebody é uma artista de decoração, fotografia, estilo... não há muito mais a dizer sobre ela a não ser de facto que admiro a sua arte. Um dia com tanto inspiração talvez seja possível tirar fotografias tão boas ou melhor do que os próprios profissionais! (Yeah right Anna, keep dreaming)
Fica aqui o site : http://www.stephaniesomebody.com/ e decididamente algumas amostras do seu trabalho fabuloso.


Powered by Blogger.

Contact us

anna.21.marian@gmail.com