Monday, 18 November 2013

A positive thing


Pensei, pensei e repensei. E sinceramente não haveria muito que pensar. Não fosse eu ser uma menina bem lentinha, bem frágil, e bem mimalha. Hoje por causas pessoais conheci finalmente a Paulinha via câmara. Felizmente tenho o apoio dela e a sabedoria dela para me guiar. No entanto desejaria tê-la conhecido em circunstância da vida diferentes. Mas a vida nem sempre é justa. O menino disse que o dia hoje foi produtivo, foi ao centro comercial que sempre desejou (em mais de 14 anos), devolveu um aparelho DVD que não funcionava e 'conseguimos' alguns saldos de comida. Eu por outro lado acho que o meu dia foi todo menos produtivo. Não é que esteja a reclamar, pois disse a mim mesma que a partir de hoje iria encontrar cada coisinha positiva no meu dia a dia e vou começar por fazê-lo. Conheci uma menina espectacular, a Paula, já a conheci-a virtualmente e para todos os efeitos continua a ser um conhecimento virtual, mas diria sem dúvida que mais chegado... e ainda bem. Qual seja o meu estado de espírito, está sempre lá para me apoiar com as suas palavras sábias e de conforto. E hoje tive o belo prazer de falar com ela. Para além do mais com ajuda dela reflecti que de facto foi algo bom o que aconteceu hoje, o menino estava feliz. Porque motivo ficaria eu infeliz se o vejo feliz? Não fui eu a causa dessa felicidade? Não, está certo. Não estive com ele durante essa felicidade? Não, certíssimo. Mas ele esteve com os amigos, a gozar momentos que em outra altura foi impossível, por isso só tenho motivos para estar feliz. E no final do dia convidou-me a ir às compras com ele admitindo mesmo que foi aborrecida a tarde dele. No meio disto tudo só vejo motivos para pensar positivamente e ser uma pessoa mais feliz. E amanhã já se trabalha outra vez.... BAH.

0 comments:

Post a Comment

✿ Comentários ✿

Powered by Blogger.

Contact us

anna.21.marian@gmail.com