Saturday, 2 November 2013

Sometimes I wish I had his knowledge

Marian é o meu menino, aquele menino que tanto admiro, é talvez a pessoa que mais admiro na minha vida. Estarei eu a ser injusta para com a minha família? As pessoas que mais me deveriam despertar admiração, interesse ? Não creio... são sem dúvida um grande elo e foram sem dúvida um grande meio para o desenvolvimento da minha educação. São também um exemplo de vida visto que sempre lutaram muito para conseguir o essencial para os seus filhos. No entanto pergunto-me porque é que esta pessoa, aparecida do nada, veio conquistar a minha atenção, o meu interesse, a minha admiração, o meu coração. Esta pessoa de tão longe... Porquê agora? Porquê não antes? Há 20 anos atrás? Ou porque não no futuro? Porquê agora que estamos tão perto do fim? O fim... Outra palavra pelo qual nutro uma certa admiração. Será talvez por sentir medo? Maybe... Mais importante porquê EU? Há dias únicos em que temos estas conversas longas de puro conhecimento. Gostava tanto, é sem dúvida o meu desejo mais forte, de reter esse conhecimento todo na minha cabeça. Mas sempre fui uma pessoa mimada, preguiçosa, desinteressada... Sempre que temos este tipo de conversa acabo sempre por ouvir um "Porque não começas tu a ser responsável pelos teus actos? Pára de culpar o mundo pela pessoa que és hoje... Culpa-te a ti e faz algo se queres realmente ser diferente". Nunca consigo prender uma lágrima perante tal veracidade. Deixa-me triste que nunca tenha tido a mentalidade que ele teve enquanto criança. Enquanto criança o pai apontava-lhe o dedo e dizia "Tu não és capaz de fazer melhor" ao passo que agora, depois de se formar e crescer como homem não só consegue fazer o mesmo, como melhor e será talvez a pessoa mais inteligente que conheço. Em qualquer discussão que se gera, este homem nunca está errado! Santa paciência, ele sabe bem do que fala. Eu? Eu enquanto criança só me lembro de pedir e obter, pedir e obter. Hoje penso para comigo, mas então e onde é que está o espírito lutar para ganhar? Lutar para ganhar? Hoje penso assim sem dúvida... mas acho que já cheguei a essa conclusão um pouco tarde. Talvez por esse mesmo motivo não seja uma pessoa tão feliz. Qual é o motivo para uma pessoa simplesmente não ter vontade? De onde vem tanta preguiça? Gostaria sem dúvida de ganhar responsabilidade pelos meus actos e ganhar força de vontade para aprender. Mas hoje? Hoje ainda não consigo ver as coisas por esse prisma...

0 comments:

Post a Comment

✿ Comentários ✿

Powered by Blogger.

Contact us

anna.21.marian@gmail.com