Monday, 23 December 2013

2013


2013 Foi um ano repleto de emoções, de novidades, de descobertas, de novas experiências. No dia 21 de Setembro de 2012, tomei a decisão mais importante da minha vida e talvez a única até aquele momento. Se tive medo? Pois claro que tive. Não conhecia ninguém, não conhecia o país em questão, a língua era uma ajuda, mas estava sozinha. Se queria desesperadamente uma nova aventura? Sair de Portugal? Ter a minha própria independência? Sim. Na altura conhecia o menino, já éramos amigos há mais de 2 anos mas nunca nos tínhamos visto. Pelo que não sabia bem em que confiar, queria confiar nele, mas a verdade é que a internet nem sempre é aquele que queremos que seja. Mas ainda me recordo de me enfiar no avião... A minha mãe derramava lágrimas atrás de lágrimas no aeroporto. O meu pai chateado comigo não me levou ao aeroporto nem apareceu. Pelo que éramos só eu, a mãe, a mana, o namorado e a melhor amiga. Despedi-me de todos e entrei sozinha no avião. Lá conhecia gente muito simpática onde mais uma vez me senti protegida do "perigo" que se avizinhava.  Chegada ao aeroporto de Liverpool vejo este individuo com cara de mau, vestido de cabedal com um ramo de flores na mão. Nunca me hei-de esquecer desta imagem. A sua cara de mau não era mais do que uma máscara para proteger o seu grande coração mole. Abraçou-me de tal ordem que temi pelos meus ossos. Queria beijar-me mas sorrateiramente virei-lhe a cara. Quando estou nervosa falo pelos cotovelos... falo sem sentido nenhum, falo para me distrair. Até que chegamos a casa. Aí mantive-me calada que nem um boneco de neve. Foi então quando ele me começou a picar perguntando-me mesmo porque é que no carro falava até não ter mais o que falar e em casa dele estava tão calada... *continua*

4 comments:

  1. Considerando os perigos que a internet por vezes representa, teve muita coragem para essa aventura. Só posso imaginar o receio/medo dos seus pais.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Confesso que para mim a internet não passa disso, internet. Porquê medo dela se na vida real enfrentamos problemas maiores? Já vivi de tudo a nível de internet e talvez por esse mesmo motivo não sinta tanto medo. Mas são pontos de vista. E os pais sentiram medo sem dúvida, tal como eu. Mas hoje estão felizes por saberem que estou bem.

      Delete
  2. Ui, imagino o terror. Deve ter sido algo assustador. :)

    Felicidades, é o que te desejo.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Foi sem dúvida S* mas estava confiante daquilo que poderia fazer se corresse mal ;) Obrigada minha querida, desejo-te tudo de bom para ti também. Beijinho x

      Delete

✿ Comentários ✿

Powered by Blogger.

Contact us

anna.21.marian@gmail.com