Tuesday, 17 December 2013

I want to understand... but I can't

Ando num dilema desgraçado (e não, não é esta a novidade), não por mim, mas pelos que me rodeiam... Lembram-se de vos falar no menino, em como os meus pais não sabiam, em como tencionava contar-lhes agora... etc etc etc. Pois bem, já não é a primeira vez que a minha irmã me questiona e me pede para não dizer nada. Diz ela porquê agora? Ao que eu respondo porque assim decidi, porque não antes, porque não depois? Que eu saiba não alturas para se dizer, diz-se e ponto. E só o digo agora pois é a próxima vez que vou estar com eles. Podia ser no Verão, no meu aniversário, ou noutras férias quaisquer. Não, é no Natal. Diz ela que só penso em mim (ora bem, o assunto está relacionado pessoalmente comigo), que vou destruir a família, que não penso nela, no quanto a vão chatear por ela não ter dito nada mais cedo, porque vou destruir as festas dos outros e criar mau ambiente... e porque não sei o quê não sei que mais. Estarei eu a ser assim tão egoísta quando estou a sofrer ao mentir-lhes? Estarei eu a ser assim tão egoísta quando prefiro mil vezes que não me falem (claro que preferia que aceitassem) do que terem de me perguntar como vão as coisas e eu ter de lhes mentir? Opá... se a isso se chama egoísta, então que assim seja. É porque mereço. Devia ter contado desde o inicio, talvez assim não fosse egoísta. Se ser-se feliz é ser-se egoísta então que assim seja. Se a familia não me apoia, tenho imensa pena, porque realmente prefiro tê-los do meu lado, ama-os a todos de igual forma, e irá custar-me perde-los porque algo tão insignificante. Mas se para eles ter alguém ao meu lado que cuida de mim é o mesmo que ter-me morta, não sei que faça para além de viver a minha vida. É a minha decisão. E está tomada, quer gostem quer não. Provavelmente estarei a ser fria, mas qual é o pai que não prefere a verdade?

10 comments:

  1. fazes bem em contar, eles merecem que sejas sincera com eles :) vai correr tudo bem , vais ver :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Já não sei de nada Maria :( mas a vontade de lhes contar é tão grande...

      Delete
  2. Eu continuo a achar o que te disse da outra vez... quanto mais cedo melhor e já devia ter sido ontem, porque tu é que estás mal contigo... se o problema é estragar as festas diz só no fim =P mas achas que vai mesmo ser assim tão mau?! a tua irmã não está a dramatizar um bocado?! não leves a mal, deve ser a cusquice feminina on fire mas tou mesmo curiosa por essa diferença de idades capaz de estragar assim uma relação familiar... eu acho que se ele te faz feliz e se estás bem não pode ser assim tão mau caramba! só me resta desejar-te boa sorte mas, é como a musica dos Deolinda se tem de ser... que seja agora! bebijinhos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Concordo Caqui, mas não estarei a ser egoísta? A verdade querida é que os meus pais são muito preconceituosos, não aceitam aquilo que consideram fora do normal... pelo que sim seria um choque e até difícil de alguma vez aceitar. Mas estava disposta a isso na medida em que não gosto de lhes mentir. Por outro lado penso que concordas comigo quando te disser que a nossa diferença de idades é de 31 anos. Eu sinto-me feliz com ele, e acredita a idade não é má influência na nossa relação, no entanto tenho medo daquilo que pode causar nas cabeças dos meus pais... Obrigada e beijinho xx

      Delete
  3. parte dos problemas que nós achamos existir só existem de facto na nossa cabeça ... nós antecipamos a desgraça e sofremos duas vezes. Reflecte e decide. uma vez decidido não voltes atrás. lembra-te que pior que uma má decisão é viver eternamente indeciso. senão contas agora contas quando? quanto mais tempo arrastarás as coisas? e noites sem dormir? e medo de que descubram? e se descobrem? e a outra pessoa que diz? e o que sente? e o que sofre por não ser assumido? às vezes temos que ir por nós. pelo nosso coração. pelo que julgamos certo. não sei se és crente... eu sou. acredito em Deus, na vida, nas pessoas e no amor. e quando amamos nada mais deve importar. apenas vocês. deixa passar o dia 24 e dia 25 depois de almoço conta. não precisas dizer à tua irmã nem a ninguém que vais contar... não planeies. alivia apenas o teu coração. mesmo que os pais reajam mal tudo tem solução. se os pais reagirem mal o que é que pode acontecer a seguir de pior? se calhar nada! e além disso os problemas são feitos para se enfrentar ... só assim a vida tem e faz sentido. mas isto já sou eu a divagar :))) e também não vás por mim ... apenas e só por ti. e pelo teu amor.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Gostei do teu comentário, das tuas palavras, deixaram-me a pensar e a verdade é que terei de escrever mais uma vez sobre este assunto para esclarecer dúvidas. A verdade é que se não digo, também não tenho medo que descubram... Já cansei de ter medo. Se descobrirem, descobriram, não é o fim do mundo. Pelo menos não para mim, para mim será o fim do mundo quando este amor acabar, até lá sou a pessoa mais feliz do mundo. Deixaste-me a pensar minha querida... não vou por ti como disseste, mas terei de ponderar melhor no que vou dizer e nas palavras que vou usar. Quero acima de tudo que me compreendam. Obrigada de coração. Beijinho grande x

      Delete

  4. Sabes? Que nada te tire a felicidade e esta implica estarmos de bem connosco. Se tens de contar, conta sem receios porque o amor é a maior dádiva que temos por o sentir/dar e por o recebermos.

    Beijinho e um Feliz Natal!

    ReplyDelete
    Replies
    1. E' verdade minha querida. Mas e' uma situacao complicada. Nao para mim, que se dependesse so' de mim o mundo todo ja' sabia... mas receio a reaccao dos outros :( Beijinho e Obrigada! Um Feliz Natal para ti tambem minha doce :)

      Delete
  5. Eu também acho que deves contar independentemente do que possam pensar. Vão acabar por entender que o que interessa é que estejas feliz e tu ficas aliviada. Vives numa angústia e mais tarde ou mais cedo vão acabar por saber, é melhor que seja por ti não é? Mas isto sou eu, que gosto de ver tudo resolvido rapidamente preto no branco. Só tu saberás quando é o momento. Beijão

    ReplyDelete
    Replies
    1. Sim sem duvida minha querida, mas sinceramente ja nao tenho medo de nada. A verdade e' que nao depende so' de mim, ou talvez dependa, mas a cobarde sou eu :( Beijinho grande xx

      Delete

✿ Comentários ✿

Powered by Blogger.

Contact us

anna.21.marian@gmail.com