Monday, 31 August 2015

A bank holiday to rectify

Ontem dei comigo a sentir ciumes de uma amiga com quem ele estava a conversar e a passar um bom serao em alegria. Dei comigo a sentir ciumes de uma amiga dele que infelizmente descobriu ha pouco tempo que tem cancro do pulmao. E por qualquer motivo dei comigo a perceber que afinal nao o entendo tao bem quanto desejaria, nem a ele nem a sua doenca. Sinto-me uma incompetente e uma anormal por nao perceber o que implica estar-se doente. Sinto que os meus problemas nao passam de meros filmes exagerados na minha cabeca e que ver a pessoa que mais amo sorrir, devia alegrar-me o coracao. Mas como posso sentir isso se nunca verdadeiramente percebi como se sente? Ontem dei por mim a questiona-lo, quanto do seu tempo passa a tentar fazer os outros felizes? Respondeu-me, se sou completamente honesto, o maximo de tempo que posso. Ao que eu fiquei estupefacta. Talvez por pura ignorancia, mas senti-me perdida e um pouco traida. Como se a minha presenca nao fosse o suficiente para faze-lo feliz. Nao consegui perceber como e' possivel ser-se feliz preocupando-se com os outros mas nao olhar para si. Ao que me explicou que as pessoas com depressao vivem de um sorriso que lhes e' oferecido. E que sem esse sorriso, acaba-se a razao de viver. E tambem me explicou que e' por isso que muito comediantes se suicidam, pois a partir do momento que sentem que deixam de ter piada, perdem a razao de viver e simplesmente poem um ponto final no sofrimento. Gosto de pensar que o que ele sente nao e' tao grave assim. No entanto estaria a viver na ignorancia. A verdade e' que a nossa vida em conjunto ao longo destes anos tem sido assim. Ele a preocupar-se mais com os outros do que com ele proprio, embora eu tenha sido sempre cega em percebe-lo. Sinto que a minha frieza e ignorancia destroi tudo, ate' o gesto mais carinhoso que e' sentir empatia pelo outro. Por isso o titulo desta publicacao, hoje e' feriado ca em Inglaterra e ainda bem que tenho este dia para mim. De outra maneira nao me sentiria feliz no trabalho. Estou zangada. Zangada comigo propria por nao perceber o que vai no interior dos outros. Zangada comigo por nao perceber os problemas dos outros. Zangada por nao entender o que e' estender a mao a um amigo. Ainda bem que tenho este dia para reflectir nos meus erros. E enquanto nao animo nem desanimo vou ali virar-me para as series televisivas.

6 comments:

  1. Sentimentos que são difíceis de entender e de não sentir! Estão para além da nossa vontade.

    Um pormenor: o tipo de letra não favorece uma leitura fácil; é um pouco cansativa. Sorry!

    ReplyDelete
  2. Estao para alem da nossa vontade, nao poderia ter dito melhor Catarina!

    PS: Obrigada pela dica, devidamente anotado.

    ReplyDelete
  3. Replies
    1. Obrigada pela dica minha querida ;) Beijinho x

      Delete
  4. Aceita que não és perfeita, ninguém é!
    Mas tens um coração de ouro. beijinho

    ReplyDelete
    Replies
    1. E's um doce princesa <3 Um beijinho enorme para ti tambem xx

      Delete

✿ Comentários ✿

Powered by Blogger.

Contact us

anna.21.marian@gmail.com